No Banner to display

Fiscalização da Cagepa flagra furto de água no interior da PB

Uma operação efetuada no interior da Paraíba flagrou em um sítio um desvio de água da adutora que abastece a cidade de Catigueira, que estava sendo usado para uso doméstico e de animais, na zona rural. O trabalho de fiscalização foi executado pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), em parceria com o destacamento da Polícia Militar de Catingueira.

De acordo com o subgerente de Operações da Cagepa, Marivaldo Cavalcante, a companhia estava recebendo muitas reclamações dos moradores da região, por falta d’água constante.

“Além de cometer um crime, quem furta água prejudica toda a comunidade, porque pode diminuir a oferta de água dos usuários que pagam suas contas e também impacta no valor da tarifa. Por isso, é preciso que as pessoas denunciem quando perceberem alguma fraude”, explicou Marivaldo.

Segundo o coordenador da Agência Local da Cagepa em Catingueira, Jucelino Campos de Assis, há a suspeita de que ainda existem outras pessoas na zona rural que pratiquem este tipo de crime, mas em horários que dificultam o flagrante.

“Acreditamos que alguns estão usando a madrugada para cometer o ilícito, mas estaremos atentos para registrar o flagrante”, disse o coordenador.

Conforme a Cagepa, instalar bomba na rede é crime. Essa iniciativa provoca o desequilíbrio do sistema de abastecimento, provocando falta de água nos bairros.

Quem perceber bombas instaladas na rede de abastecimento deve denunciar imediatamente o fato à polícia ou a própria Cagepa, por meio do teleatendimento 115. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone.

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário