Frente Parlamentar quer instalação de CPI para apurar derramamento de óleo nas praias paraibanas

A Frente Parlamentar Ambientalista da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) se reuniu, nesta quinta-feira (31), para debater mais uma vez o Plano Nacional de Contingenciamento para enfrentamento de catástrofes ambientais, como o derramamento de óleo que atinge as praias paraibanas e da região Nordeste. Esse foi o segundo encontro da Frente para discutir a problemática e reuniu representantes da Sudema, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado, Ministério Público Estadual (MPPB), Secretaria de Meio Ambiente de Cabedelo, Transpetro, ICMBio, IBAMA, IFPB e outras entidades.

A presidente da Frente Parlamentar Ambientalista, a deputada Estela Bezerra, afirmou que a Frente vai preparar uma carta, feita em conjunto com as organizações presentes, pedindo que o Consórcio de Governadores do Nordeste tenha uma estratégia na forma como eles vão tratar a economia, já que o turismo na região Nordeste é mais forte no litoral. O objetivo da carta também é contribuir para a discussão do assunto. A deputada Cida Ramos e superintendente do Ibama na Paraíba, Arthur Navarro, também participaram do debate.

“É uma ação colaborativa, pois todos nós nos sentimos ameaçados. É obrigação da Frente reunir as entidades e órgãos para que tenhamos uma discussão ampla. Nosso objetivo é contribuir para que a Paraíba e o Nordeste tenham o devido contingenciamento, além da cobrança e transparência nas ações executadas. Queremos também ampliar a consciência ambiental. Foi a nossa segunda reunião e acredito quer vamos conseguir obter resultados”, destacou Estela Bezerra.

Os representantes do Corpo de Bombeiros da Paraíba explicaram que está sendo feito um monitoramento diário, com embarcações e trabalho terrestre, no litoral paraibano para impedir que o óleo possa chegar, principalmente ao Litoral Sul. Os bombeiros também estão mergulhando em áreas que possuem corais para averiguar a se existe a presença de óleo. “Sempre que a Marinha recebe denúncias nós já estamos acionados”, disse a Coronel Sabrina.

A Frente também pretende encaminhar a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Casa Legislativa para discutir as causas e consequências do desastre ambiental na Paraíba.

Agencia-ALPB

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário