Agentes são feitos reféns durante rebelião no Lar do Garoto

Três agentes socioeducativos foram feitos reféns por adolescentes internos do Centro Educacional Lar do Garoto, que fica em Lagoa Seca, Agreste paraibano, a 141 quilômetros de João Pessoa, durante uma rebelião que começou na tarde desta terça-feira (3).

De acordo com a repórter Amy Nascimento, a rebelião começou quando os agentes caminhavam por uma área do Centro e foram capturados. Os adolescentes teriam tomado as chaves das celas que estavam com um dos agentes e as abriram.

Durante o tumulto, três internos conseguiram pular o muro do Lar do Garoto e tentaram fugir, mas foram recapturados, segundo o Centro Integrado de Operações Policiais em Campina Grande (Ciop).

Policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar e do Batalhão de Choque entraram no Lar do Garoto, mas até as 15h45 a rebelião não havia sido contida.

Conforme a assessoria da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice Almeida (Fundac), o presidente da Fundação, Noaldo Meireles, está em viagem para Lagoa Seca e dará entrevistas à imprensa após chegar ao local, o que deve acontecer no fim da tarde desta terça.

Portal Correio

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário