Após afastamento do cargo de presidente por denúncia de corrupção, vereador pede ajuda de Maranhão para reassumir com garantia de filiação ao MDB

A política da cidade de Cacimba de Dentro está movimentada e envergonhando a população. O caso do vereador Alexandre Márcio Ramos Rocha Filho, conhecido como Marcinho Rocha do PSB, causou revolta aos eleitores, após denúncia de corrupção que culminou no seu afastamento do cargo de presidente da Câmara Municipal.

A sessão ordinária que votou pela aceitação da denúncia apresentada na tribuna pelo vereador Nininho Ferreira e  afastou Marcinho Rocha da chefia do Poder Legislativo ocorreu no dia 14 de fevereiro deste ano. A decisão foi tomada pelos vereadores após análise de documentos e dados que constam da peça denunciante.

Insatisfeito com o afastamento, Rocha teria buscando ajuda do senador José Maranhão (MDB) para retomar a presidência da Casa de Severino Câmara da Cunha. De acordo com denúncias de políticos do próprio município, o vereador teria feito um acordo com o senador, que caso ele conseguisse o seu retorno, garantia as filiações dele e  demais lideranças locais ao MDB.

Marcinho Rocha teve liminar negada pela juíza da 1ª Vara da Comarca de Araruna, Clara de Faria Queiroz, que o manteve fora do cargo de presidente.

Com isso, ele teria ingressado com recurso junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba e estaria “gritando” aos quatro cantos de Cacimba de Dentro,  a garantia do seu retorno ao cargo tão desejado.

Diário da Paraíba com informações do Portal do Litoral PB

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário