No Banner to display

Arte da imburana: artesão Bento dos Pássaros é destaque no Cariri paraibano

A primeira-dama do estado, Ana Maria Lins, encerrou a série de visitas aos artesãos do Cariri paraibano na quinta-feira (31), conhecendo o trabalho de Bento Medeiros, em Sumé. Bento dos Pássaros, como é conhecido, é um dos maiores artesãos da região, com vendas para países como França e Estados Unidos.

Desde quarta-feira (30), Ana Maria Lins, que também é presidente de honra do ‘Programa do Artesanato da Paraíba’ (PAP), cumpriu uma agenda extensa de reuniões com artesãos que trabalham com a renda renascença, para discutir formas de aumentar a comercialização da tipologia, tradição do Cariri paraibano. Camalaú, São João do Tigre e São Sebastião do Umbuzeiro foram alguns dos municípios visitados pela equipe que integra o ‘AP.

No atelier de Bento dos Pássaros, em Sumé, a primeira-dama teve a oportunidade de conhecer peças de contornos únicos, tendo como matéria-prima a imburana, árvore típica da Caatinga, e abundante na região do Cariri.

Na ocasião, a primeira-dama destacou o talento de artesãos como Bento Medeiros para a consolidação do programa. “As ações do governo do estado são fundamentais para o sucesso do artesanato paraibano. No entanto, essas ações não teriam eficácia se não fossem pessoas talentosas como seu Bento. Fiquei encantada com o trabalho dele”, destacou.

Bento dos Pássaros, apesar do apelido, também dá forma à religiosidade nordestina. O contato com o artesanato ocorreu há quase 20 anos, após ele tentar outros meios de vida, sem sucesso.

O artesão agradeceu pela visita da primeira-dama ao seu atelier e destacou a importância que o ‘Programa do Artesanato’ teve na sua vida. “A minha participação, através dos salões, ampliou as minhas vendas, além de me dar a certeza de que faço arte”, comentou. “Hoje recebo encomendas de várias partes do Brasil: São Paulo, Rio, Minas…”, prosseguiu.

Para a gestora do PAP, Marielza Rodriguez, a arte de seu Bento consolida a cultura paraibana. “O artesanato só tem razão de ser se conseguir expressar a cultura, o cotidiano de quem produz, e seu Bento consegue isso com maestria”, afirmou.

A curadora do PAP, Janete Rodriguez, não tem dúvidas ao caracterizar a obra do artesão Bento Medeiros. “Seu Bento se especializou em pássaros e em santos, e a pintura dele é diferente de qualquer outra pintura, fazendo com que os pássaros dele tenham expressão, parecem que vão voar. Já os santos falam com as feições”, observou.

Também participaram da visita ao atelier do artesão Bento Medeiros o coordenador do ‘Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú’ (Procase), Aristeu Chaves; e a coordenadora de Capacitação do PAP, Yara Alencar.

Diário da Paraíba com Secom-PB

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário