Artista plástico Amenemar Tenório morre, aos 62 anos

O artista plástico Amenemar Tenório de Barros morreu aos 62 anos nesta quarta-feira (1º), em João Pessoa. Amenemar lutava contra um câncer no pâncreas há quatro anos e estava internado em um hospital da capital. O corpo do artista foi enterrado no cemitério Santa Catarina, na tarde desta quarta.

Amenemar Tenório nasceu em Campina Grande e era autodidata. Antes de se estabelecer em João Pessoa, chegou a morar no Rio de Janeiro e em Campinas. Oriundo da escola surrealista, tinha em Salvador Dalí a maior fonte de inspiração.

A primeira exposição com obras do artista aconteceu em 1984 e uma de suas principais exposições, “Olhos da Alma”, aconteceu em 1999, em Viena, na Áustria Suas telas podem ser vistas em pelo menos 10 países, entre eles na Argentina, Uruguai e Bolívia.

Além de desenhar, Amenemar também fazia projetos de ambientação e objetos de decoração. O artista plástico também era compositor, instrumentista e escritor.

Diário da Paraíba com G1

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário