Bolsonaro receberá alta nesta segunda-feira e retorna para Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) terá alta na tarde desta segunda-feira (16), informou boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo. Ele retorna a Brasília ainda nesta segunda, onde seguirá se recuperando.

O vice Hamilton Mourão permanecerá como presidente em exercício até quarta-feira (18), segundo o Palácio do Planalto.

A primeira previsão era que o presidente retomasse o cargo na sexta-feira passada. Depois, isso foi adiado para terça –na manhã desta segunda, inclusive, Mourão havia dito que ficaria no cargo apenas até esta segunda.

A viagem do presidente para Nova York, onde ocorrerá assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), foi adiada em um dia: em vez de ocorrer em 22, será no dia 23.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a mudança na data da viagem não altera a participação de Bolsonaro no evento.

O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, internado desde o dia 7 de setembro, receberá alta hoje, no período da tarde, após a realização de fisioterapia.

O Presidente continuará sua recuperação em domicílio, devendo seguir as orientações médicas relacionadas a dieta e atividade física, sob supervisão conjunta da equipe médica do Dr. Macedo e da equipe da Presidência da República.

Esta foi a quarta operação desde a facada sofrida por Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018. Desta vez, o objetivo era corrigir uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.

A alta vai ocorrer após sessão de fisioterapia no hospital. Durante o período de recuperação, ele deverá “seguir as orientações médicas relacionadas a dieta e atividade física”, segundo o boletim médico.

Segundo o porta-voz, Otávio Rêgo Barros, está mantida a programação para a participação do presidente na Assembleia da ONU, em Nova York, no dia 24 de setembro. A viagem para a cidade norte-americana, que estava prevista para o dia 22, foi adiada para o 23.

“Ele retorna no dia 25. O encurtamento é por recomendação médica”, disse o porta-voz.

Nesta sexta (20), a equipe médica do Hospital Vila Nova Star irá a outro centro médico da rede D’Or em Brasília para avaliar a recuperação do presidente.

Ainda segundo Barros, o presidente segue tendo dieta cremosa. A próxima etapa será a ingestão de alimentos pastosos. “Ele veio com melhora progressiva, foi aceitando a alimentação oral, foi uma evolução que se esperava e os cuidados devem se manter.“

O porta-voz acrescentou que, no final de outubro, o presidente viajará para Japão, China e Oriente Médio pelo período de 10 dias.

G1

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário