Circuito Som nas Pedras valoriza a cultura do Sertão e do Cariri paraibano

Com um público estimado em mais de duas mil pessoas, a abertura do Circuito Som nas Pedras, realizada no sábado (31), no município de Juru, foi considerada um sucesso pela organização do projeto, que tem como objetivo fortalecer o turismo regional e valorizar a cultura de municípios do Sertão e Cariri do Estado.

O próximo município a receber o Circuito Som das Pedras será Matureia, neste sábado (7). Entre as atrações estão Escurinho e músicos do Programa de Inclusão Social através da Música e das Artes (Prima).

O Circuito Som nas Pedras contemplará, além de Juru e Matureia, ainda outros oito municípios: Monteiro, Teixeira, Princesa Isabel, Congo, Cabaceiras, Serra Grande, Queimadas e Boqueirão.

O Projeto é uma realização das prefeituras destes municípios em parceria com o governo do estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), com apoio da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC) e Sebrae, além da iniciativa privada.

O secretário executivo de Estado da Cultura, Milton Dornellas, comemorou o sucesso da abertura do Circuito Som nas Pedras, destacando as potencialidades dos municípios contemplados pelo Projeto.

“São municípios de grandes belezas naturais, como um pôr-do-sol lindo, e uma cadeia produtiva muito bem estruturada. É preciso desenvolver todo o potencial que esses municípios têm, e esse apoio será dado pelo governo do estado”, comentou.

O Som nas Pedras surgiu em 2016, a partir de uma ideia da Rota Cariri Cultural, com a implantação da Rota na cidade de Monteiro, articulada pelo Sebrae Paraíba, a prefeitura da cidade e empreendedores locais, na Pedra dos Índios. A coordenação do projeto, na época, era da produtora cultural Josivane Caiano, que cedeu a utilização do nome e da realização do evento ao governo da Paraíba.

Programação

– Matureia – 7 de setembro;

– Monteiro (Lajedo das Moças) – 21 de setembro;

– Teixeira (Pedra do Tendó) – 28 de setembro;

– Princesa Isabel (Pedra do Guiné) – 5 de outubro;

– Congo (Lajedo da Barriguda) – 12 de outubro;

– Cabaceiras (Lajedo Samambaia) – 26 de outubro;

– Serra Grande (Lajedo da Paixão) – 9 de novembro;

– Queimadas (Caverna da Loca/Pedra do Vento) – 16 de novembro;

– Boqueirão (Lajedo do Marinho) – 23 de novembro.

Diário da Paraíba com SecomPB

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário