Constituição da Paraíba passa por revisão e modernização da Língua Portuguesa

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira (10), a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 17/2019, do deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB), que atualiza e consolida o texto da Constituição do Estado da Paraíba.

A matéria tem como objetivo revisar o texto constitucional para adequá-lo à modernidade da língua portuguesa, bem como corrigir alguns lapsos de técnica legislativa.

Ricardo Barbosa destacou a importância da proposta, pois, segundo o parlamentar, a correção é necessária devido à identificação de alguns equívocos formais de redação, além da evolução da linguística.

“A PEC apresentada pretende realizar essas adequações, de modo a entregar aos parlamentares, aos operadores de direito e, sobretudo, à sociedade paraibana um texto moderno e atualizado, em conformidade com a técnica legislativa mais adequada. Outras Assembleias em outros estados também estão realizando o mesmo trabalho”, ressaltou o deputado.

Os membros da CCJ também aprovaram, por maioria, o projeto 474/2019, do deputado Doutor Érico (PPS), que dispõe sobre a obrigatoriedade da ampla divulgação da esterilização voluntária nos hospitais e maternidades localizadas no estado, como forma de orientar o planejamento familiar.

“Há uma função pedagógica na prestação deste serviço, uma verdadeira educação em direitos, no sentido de informar os direitos fundamentais das pessoas e auxiliar, judicial e extrajudicialmente”, disse o deputado autor da matéria.

Ao todo, os parlamentares apreciaram dez projetos que estavam na pauta da comissão.

Diário da Paraíba com Agência-ALPB

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário