No Banner to display

Deputado critica Justiça por proibir manifestação para reabertura do comércio em JP

A pedido do Ministério Público estadual, que ingressou com a Ação Civil Pública, a Justiça proibiu a realização de uma manifestação contra as medidas de isolamento social, que estava prevista para acontecer nessa quarta-feira (20), nas imediações do estádio Almeidão, em João Pessoa.

O ato havia sido convocado por integrantes da Comissão Provisória dos Trabalhadores e Microempresários da Capital e pelo radialista Emerson Machado de Lima, através das redes sociais.

O deputado Cabo Gilberto, um dos apoiados das ações do presidente Bolsonaro, lamentou a decisão da juíza Flávia da Costa Lins Cavalcanti, durante o Plantão Judiciário na 1ª Vara Regional Cível de Mangabeira em proibir um manifesto, segundo ele, legal, constitucional e que infelizmente, por conta da decisão de um ministro do STF trouxe uma insegurança jurídica para o país.

“Sabemos das dificuldades que todos se encontram por conta da pandemia, algo jamais visto na história da humanidade. Sabemos dos riscos, mas todos os profissionais da Segurança Pública estão trabalhando, Saúde, assim como a imprensa, supermercadistas, frentistas e todos também têm famílias. Acho que tendo os cuidados básicos necessários, não havia perigo da contaminação”, disse.

Diário da Paraíba com Paraíba Online

Compartilhe:

No Banner to display