‘Escritório Social’ para ex-apenados é implementado na Paraíba

A Paraíba vai passar a contar, a partir de agora, com o ‘Escritório Social’, um trabalho de atendimento individualizado às pessoas que saem do sistema prisional no estado, para serem encaminhadas à rede de atenção: saúde, assistência, educação, qualificação profissional e, principalmente, para a inserção no mercado de trabalho.

O ‘Escritório Social’, que contará com uma equipe composta por assistentes sociais, psicólogos, advogados, equipes de apoio e estagiários de todas essas áreas, será concretizado nesta segunda-feira (11), quando o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), assina acordo de cooperação técnica entre o governo do estado, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

O acordo de cooperação técnica visa implementar o ‘Escritório Social’, uma das ações do ‘Programa Justiça Presente de Fomento à Política de Pessoas Egressas do Sistema Prisional no Estado da Paraíba’. A solenidade acontece às 10h, no Salão Nobre do Palácio da Redenção, sede do governo estadual paraibano.

Criado pelo CNJ em 2016, o ‘Escritório Social’ funciona em esquema de gestão compartilhada entre os Poderes Judiciário e Executivo. Na Paraíba, o equipamento deve ser inaugurado até o final do ano. Após sair do sistema prisional, quem tiver interesse deve procurar o ‘Escritório Social’ e terá acesso a uma rede de serviços de apoio, tanto públicos quanto da sociedade civil, em áreas como qualificação profissional, moradia, documentação e saúde.

Diário da Paraíba com Secom-PB

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com


No Banner to display