Exposição com fotos de quilombos é aberta em João Pessoa

O Centro Estadual de Arte (Cearte) está promovendo a exposição fotográfica ‘Kipupa – Caiana: de malungo pra malungo’, que ficará aberta até o dia 31 de janeiro em horário comercial de terça à sexta-feira, e programação especial nas noites de quinta, sexta, sábado e domingo.

Nas fotos, os professores Allan Luna e Helder Oliveira revelam a força e história de dois quilombos, um em Pernambuco e outro na Paraíba.  A exposição, que faz parte das festividades da ‘Semana de Arte do Cearte’, está montada na Usina Energisa, tem curadoria de Thayroni Arruda e é realizada pela Galeria das Quinze Portas.

Allan Luna e Helder Oliveira registram nas fotos as facetas de dois emblemáticos grupos de população negra, respectivamente, Pernambuco, Quilombo do Catucá, na Zona da Mata Norte, entre Recife e Goiana; e Paraíba, Quilombo de Caiana dos Crioulos, em Alagoa Grande.

Em relação ao título da exposição, os fotógrafos explicam: “Malungo é traduzido como companheiro, amigo, camarada e identifica as pessoas que vieram para estas terras no mesmo navio negreiro. Kipupa é união, associação de pessoas em torno de um objetivo. ‘Kipupa – Caiana: de malungo pra malungo’ é uma ponte entre dois agrupamentos de resistência negra, de dois estados do Nordeste, e entre os vários malungos dessas duas localidades”.

“A narrativa visual, que costura as imagens do Kipupa e de Caiana, nos faz refletir sobre a alegria, a autoestima e a força da identidade e ancestralidade da cultura negra, em um constante lutar e resistir. A música, a dança, as relações que se constroem são, aqui, registradas por ambos os artistas e em ambos os lugares de memória. Uma verdadeira dança de um povo, cheia de equilíbrio, força, delicadeza e musicalidade, sobre a qual se sustenta um enorme senso de comunidade e pertencimento”, frisa o curador da exposição, Thayroni Arruda.

Diário da Paraíba com Secom-PB

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com