Justiça ouve proprietário da casa e organizadores que fugiram da festa onde havia menores, bebidas e camisinhas

Em audiência na tarde desta quarta-feira (23), na Vara da Infância e Juventude, no Bairro dos Estados, foram ouvidos o pai de um adolescente de 14 anos e o proprietário do imóvel no bairro do Bessa, em João Pessoa, onde ocorreu uma “festa” com bebidas alcoólicas e preservativos e mais de 100 menores de idade.

Agentes da 1º Vara da Infância e da Juventude interromperam uma festa na casa alugada, no bairro do Bessa, no último sábado (19). De acordo com as denúncias, estaria acontecendo exploração de menores, bebida alcoólica e distribuição de preservativos.

De acordo com o juiz Adhailton Lacet Porto da Infância e Juventude, foi encontrada uma lista no local com 210 nomes.

A festa cobrava R$ 15 por entrada com direito a open bar, um quarto por 30 minutos e preservativos. Segundo o juiz, a mãe de um adolescente denunciou o caso após conferir as conversas no aparelho celular do filho.

O dono da casa afirmou que não sabia do evento e alugou a casa para uma confraternização, para o pai de um dos adolescentes.

O dono também afirmou que não sabia das bebidas alcoólicas e nem da cobrança de ingressos.  Após os depoimentos, o caso deve seguir para o Ministério Público.

Clickpb

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário