Mulheres são assassinadas em Catolé do Rocha por dívida de R$ 100 que não era delas

Os homicídios de duas mulheres na Praça da Prefeitura de Catolé do Rocha foram motivadas por uma dívida de drogas no valor de R$ 100, feita pelo marido de uma delas, conforme apurado pela Polícia Civil. Um dos suspeitos foi preso e outros dois ainda são procurados pela polícia.

De acordo com o delegado Sylvio Rabello, o homem que contraiu a dívida era o foco do ataque, mas ele saiu ileso da situação. Duas mulheres morreram e um homem ficou ferido como resultado dos cerca de seis tiros disparados contra o grupo, que conversava na praça. As vítimas fatais foram identificadas como Adriana Gomes, de 20 anos, e Maria Clara Rodrigues, de 28 anos.

O crime ocorreu na noite da última terça-feira (7). Dois homens em uma moto alta se aproximaram do grupo de amigos que conversava na praça e começaram a atirar (veja vídeo). Eles tinham um revólver calibre 38 cada um. A polícia acredita que ainda há uma terceira pessoa envolvida no crime, mas não deu maiores detalhes para não atrapalhar as investigações. O suspeito que foi preso encontra-se no presídio de Catolé do Rocha.

Diário da Paraíba com ClickPB


No Banner to display