Paraíba conquista 66 medalhas e é a primeira da Região Norte-Nordeste nas Paralimpíadas

Garra, superação e vontade de vencer. Foi com esses sentimentos que a delegação da Paraíba encerrou na sexta-feira (22) sua participação nas Paralimpíadas Escolares realizadas em São Paulo, onde conquistou 66 medalhas, sendo 35 de ouro, 17 de prata e 14 de bronze.

Pela classificação final divulgada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), responsável pelo evento, que teve a duração de três dias, os paraibanos ficaram na 6ª posição geral, sendo o melhor índice do Norte e Nordeste do país, ficando atrás apenas de São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, Goiás e Minas Gerais.

O chefe da delegação da Paraíba, Jean Klaud, atribuiu o alto quantitativo de medalhas conquistadas à determinação dos paratletas, assim como a política pública voltada para o segmento no estado. “A determinação de cada um, mesclada com tudo que foi trabalhado pelo governo paraibano em 2019 na área do paradesporto, foi o resultado desse sucesso e a Paraíba volta com o melhor desempenho das Regiões Norte e Nordeste do Brasil. Sem falar também que, se não fosse o apoio com o transporte aéreo, dificilmente estaríamos em São Paulo disputando essa competição, a maior do paradesporto escolar brasileiro”, disse.

O secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Hervázio Bezerra, destacou o empenho do governo como um todo para o sucesso. “O deslocamento desses paratletas, técnicos e dirigentes foi graças a um esforço concentrado entre órgãos e secretarias que integram a gestão estadual e como resultado uma alegria tremenda, pois, no meio de 26 estados, a Paraíba terminou numa posição privilegiadíssima. De parabéns o paradesporto paraibano e fiquemos agora na torcida pelos atletas em Blumenau, que estão nos Jogos Escolares da Juventude”, destacou Hervázio.

Diário da Paraíba com Secom-PB

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário