No Banner to display

Polícia prende “Cachorro louco” considerado terror do Alto do Mateus

Policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar, prenderam na noite desta quinta-feira (11), Ericles Ataíde Bento de Araújo de 23 anos, vulgo “Cachorro louco”. Ele é considerado o ‘terror’ do bairro Alto do Mateus, e estava foragido da justiça por ter quebrado uma medida na qual ele cumpria.

De acordo com a Polícia Militar, a prisão se deu no bairro do Roger, durante uma abordagem a um veículo que trafegava na contramão, no momento da abordagem no interior do veículo três suspeitos foram encontrados, Rian Freitas Pereira de 18 anos, Caio Vitor Dos Santos Lourenço de 22 anos, além do “Cachorro louco”.

Contra, “Cachorro louco”, pesa a acusação de pelo menos cinco crimes de homicídios. A PM, já vinha trabalhando para prende o “Cachorro Louco”, a cerca de três meses.

Na Delegacia, ele explicou a respeito das acusações que pesam contra ele. “Tem nego querendo me derrubar, tentando entrar na favela e eu não deixo, e eu tinha as minhas armas e os “bichos”, iam lá e pegava.

Quando perguntado a respeito do envolvimento dele, no crime, que vitimou: Genilson Osório de 29 anos, filho de um (MAJOR), na noite do dia 20 de maio de 2019, na Rua Elias Fernandes, na comunidade São Judas Tadeu, no bairro Alto do Mateus. Ele disse; se ele tivesse vivo ele tinha consciência de olha na minha cara e dizer que eu conversei com ele, e disse que não tinha nenhuma “guerra” com ele, nem ele comigo. Ele chegou na minha cara, e disse olha boy… você nunca brigou comigo eu nunca briguei com você, pra você ter recha comigo, você vive sua vida eu vivo a minha, pois eu não quero “guerra” com ninguém. Eu disse demorou boy. E eu Conhecia ele há muito tempo.

E esse negócio de expulsar família eu não fiz não… Eu só botei um “bicho” vagabundo mesmo. Disse o suspeito!

Os suspeitos foram levados para a Central de Polícia, no bairro do Geisel em João Pessoa.

Com Rede Bhd

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário