Preso pela Famintos, vereador Renan Maracajá consegue nova licença de 30 dias

O vereador Renan Maracajá conseguiu mais uma licença da Câmara Municipal de Campina Grande. Desta vez, Renan Maracajá terá mais 30 dias de licença sem vencimento. Desta vez, Renan Maracajá conseguiu a permissão para ficar afastado de seu cargo até o mês de outubro.

Renan está preso desde o dia 22 de agosto. Ele foi alvo de mandado de prisão preventiva no âmbito da Operação Famintos, que investiga um esquema de desvio de verbas pela Prefeitura de Campina Grande em relação às merendas das escolas municipais.

A primeira licença solicitada por Renan Maracajá está para vencer, mas o vereador se antecipou e solicitou o afastamento do cargo por mais 30 dias. A justificativa para a licença se dá em razão de motivos pessoais e ele não terá direito a remuneração enquanto isso.

De acordo com o regimento da Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador pode se afastar por um período de 120 dias sem remuneração sem que haja necessidade de substituição. No entanto, quando o vereador soma uma licença de 121 dias, o suplente deverá tomar posse no cargo.

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário