Proteção a pacientes e equipes médicas contra coronavírus é discutida em reunião no CRM-PB

Na próxima terça-feira (17), às 19h, será realizada uma reunião entre a diretoria do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) e gestores das principais unidades de saúde públicas e privadas do Estado para discutir as estratégias de atendimento aos possíveis casos de Covid-19 e a proteção dos profissionais de saúde e demais pacientes das instituições.

Até este domingo (15), a Paraíba não registrou nenhum caso da doença causada pelo coronavírus, tendo 29 pacientes suspeitos, sendo 18 ainda em investigação e 11 descartados, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. No país, no entanto, já são 200 casos confirmados, conforme dados do Ministério da Saúde. “O cenário exige muita cautela e vigilância. Se estivermos unidos e com um bom planejamento, podemos vencer essa ameaça”, destacou o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.

Ele ressaltou que desde o início de fevereiro, o Conselho tem promovido atualizações científicas sobre o tema e já capacitou mais de 800 médicos, além de outros profissionais de saúde, nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Guarabira. Na próxima semana, a capacitação acontecerá em Sousa e Cajazeiras. Além disso, neste sábado (14), haverá a palestra “Covid-19: como preparar os serviços de saúde”, na sede do CRM-PB, em João Pessoa, com a infectologista Ana Isabel Fernandes. O evento é voltado para as equipes de atendimento de clínicas médicas e laboratórios.

“Estamos em diálogo constante com autoridades, gestores públicos, entidades médicas e formadores de opinião para contribuirmos cada vez mais com informações e esclarecimentos sobre o Covid-19 e sua prevenção”, acrescentou o presidente do CRM-PB.

Roberto Magliano alerta que é importante que toda a categoria médica e a população em geral estejam atentas às medidas de proteção para evitar o contágio e a disseminação da doença. “Os médicos – que estão na linha de frente do atendimento à população – devem ter precauções adicionais, adotando as medidas de proteção individual e demais orientações dos protocolos de segurança”, disse. Além disso, os médicos devem auxiliar a identificar os casos suspeitos, realizando as notificações para o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância, através dos números 83 98762-2553 (João Pessoa) e 98828-2522 (demais cidades).

Diário da Paraíba com Assessoria

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário