Reforma da Previdência: urgência urgentíssima na Assembleia é barrada pela Justiça

O juiz Onaldo Queiroga, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), suspendeu a tramitação em regime de urgência urgentíssima na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) do projeto de lei complementar que trata da reforma da PBPrev.

O magistrado atendeu a um pedido de liminar em mandado de segurança impetrado pelo deputado estadual Raniery Paulino (MDB) – na foto. O parlamentar de oposição alegou que o Poder Legislativo deixou de cumprir os prazos obrigatórios para a tramitação de um PLC.

“Não sou contra a reforma, mas não posso deixar de me opor à forma como esse projeto de lei complementar foi tratado na Assembleia. Pelo rito normal, até sexta-feira os deputados deveriam poder apresentar emendas. Só depois é que ele poderia tramitar nas comissões. Ao invés disso, ele já havia sido inserido para votação amanhã. O voto dado pelo relator, Júnior Araújo, na Comissão de Constituição e Justiça também foi extemporâneo. Foi uma lambança total e eu não tinha dúvidas de que conseguiríamos suspender essa tramitação na Justiça”, disse o deputado ao site ParlamentoPB.

Diário da Paraíba

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com