No Banner to display

Romeno cria sapato para manter o distanciamento social

Calçados têm o bico comprido e tamanho equivalente ao número 73.

 Grigore Lup, sapateiro romeno da cidade da Cluj-Napoca, na Transilvânia, teve a ideia de fazer sapatos de couro com o bico comprido para ajudar a manter as pessoas afastadas e respeitar as regras do distanciamento social.

Os modelos são feitos no tamanho 73.

“Vi pessoas se aglomerando e não respeitando as regras de distanciamento social e disse a mim mesmo vamos fazer um sapato para puni-las ou que elas possam realmente usar e talvez assim manter a distância”, disse Lup, que fabrica sapatos de couro há 39 anos.

Lup diz que se duas pessoas usando seus sapatos tamanho 73 se encontrassem, haveria quase um metro e meio de distância entre elas.

Apesar de também vender sapatos prontos, a loja de Lup, inaugurada em 2001, depende muito de pedidos personalizados de teatros e casas de ópera do país, além de conjuntos de dança folclórica tradicional.

Seu negócio ficou virtualmente paralisado porque os eventos ao vivo foram cancelados ou adiados devido à pandemia de coronavírus, mas ele está cautelosamente otimista de que as vendas vão se recuperar com o tempo.

A Romênia, que registrou 18.791 casos de coronavírus e 1.240 mortes, começou a diminuir gradualmente a quarentena em 15 de maio.

Lup, que adaptou o calçado comprido a partir de um modelo que fez para atores, disse que até agora recebeu cinco pedidos de sapatos sociais.

Ele leva dois dias para fazer um par, que requer quase 1 metro quadrado de couro. Eles custam o equivalente a R$ 600.

Agora com 55 anos, Lup começou a fabricar sapatos aos 16 anos, aprendendo com um sapateiro que hoje, aos 93 anos, ainda faz calçados étnicos húngaros tradicionais.

 

Diário da Paraíba com G1


No Banner to display