Saiba o destino prisional dos presos na 7ª fase da Calvário

Na manhã desta quarta-feira (18), juiz Adilson Fabrício realizou as audiências de custódias dos presos na sétima fase da Operação Calvário.

Durante a audiência, a  prefeita do Conde, Márcia Lucena (PSB), tentou questionar a Justiça sobre a prisão. “Eu queria ser esclarecida. Eu estaria totalmente à disposição para responder qualquer coisa. Mas, eu só fui chamada no momento da prisão”, frisou. O magistrado rebateu. “A senhora é que tem que esclarecer, não o judiciário”. A defesa solicitou que ela pudesse ficar numa cadeira na cidade do Conde, todavia, a justiça determinou que fosse conduzida para o Presídio Júlia Maranhão.

Segundo o juiz Adilson Fabrício, o destino da deputada Estela Bezerra depende da decisão do desembargador Ricardo Vital, relator do processo. Até lá,  a parlamentar também ficará na Júlia Maranhão,

Quanto ao advogado Francisco das Chagas, que atuou a defesa do ex-governador Ricardo Coutinho, será transferido para o Presídio de Segurança Média.

A defesa do ex-secretário de Planejamento do Estado, Waldson Sousa,  pediu que ele pudesse cumprir prisão domiciliar, considerando que a esposa dele sofre de transtornos e é o único gestor da casa para “cuidar” do filho de sete anos e da própria. Mas, o Ministério Público se manifestou pela manutenção da prisão preventiva.

O juiz Adilson afirmou que caberá ao relator definir sobre o pleito de Waldson, junto à equipe técnica do TJPB. O ex-secretário será levado para Penitenciária Média de Mangabeira e não poderá ter contato com Gilberto Carneiro, Ricardo Coutinho e Coriolano Coutinho.

O ex-secretário adjunto de Educação do Estado, Arthur Viana, o ex-procurador-Geral do Estado, Gilberto Carneiro, e o irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho, e Vladimir Neiva também serão levados para unidade prisional.

Redação do Diário da Paraíba