No Banner to display

TCE vê novos indícios de irregularidades e emite mais dois alertas contra prefeitura de Lucena

O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) emitiu mais dois alertas contra a prefeitura de Lucena, no Litoral Norte paraibano, após constatar novos indícios de irregularidades na gestão municipal.  A iniciativa tem por objetivo prevenir fatos que comprometam resultados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial.

A medida foi publicada na edição do Diário Oficial do Tribunal de Contas da Paraíba da última quarta-feira (12).

De acordo com a fiscalização do TCE, ficou constatado o descumprimento do Art. 9º, §§ 4º e 5º da EC nº 103/2019, no que tange à existência de alíquota da contribuição dos servidores do município inferior à da União.

Outra irregularidade verificada foi a ausência de Lei adequando a legislação municipal às regras autoaplicáveis da EC nº 103/19, mais notadamente às relativas às restrições à acumulação de benefícios previdenciários (art. 24 da Emenda Constitucional nº 103/2019) e à limitação do rol de benefícios do RPPS às aposentadorias e à pensão por morte (art. 9º, §§ 2º e 3º da EC nº 103/2019), face à ausência de sua previsão no projeto de lei enviado ao Legislativo.

Também ficou constatada a inexistência de disciplina na legislação previdenciária municipal acerca das restrições à acumulação de benefícios previdenciários trazidas no art. 24 da Emenda Constitucional nº 103/2019, assim como norma limitando a concessão de benefícios pelo RPPS à aposentadoria e pensão por morte, referidas disposições se impõem enquanto norma constitucional, devendo ser observadas tanto na concessão quanto no pagamento dos benefícios pelo RPPS.

Paraíba em Notícia


No Banner to display