Vereadora pede explicações a Cagepa, após contas de água abusivas na cidade de Pocinhos

A vereadora de Pocinhos Mônica de Beto (PSB) se sensibilizou com várias famílias da cidade que estão recebendo contas de água abusivas. De acordo com ela, existem contas que ultrapassam o valor de R$ 2 mil reais, referente à multa de atraso e outros impostos. Mônica se pronunciou na sessão ordinária realizada nessa quinta-feira, dia 05.

A vereadora relembrou que a cidade passou um longo período sem receber água nas torneiras todos os dias. Ela enfatizou que pessoas carentes lhe procuraram relatando que não tem condições financeiras de pagar as contas de água. A parlamentar disse que irá pedir esclarecimentos aos representantes da Companhia de Água e Esgotos (CAGEPA).

– Achei um absurdo que seja cobrado valores exorbitantes, incluindo multas de atraso que ultrapassam R$ 2 mil reais. Pessoas carentes estão me procurando e estou me sensibilizando com elas. Vou pedir explicações aos diretores da Cagepa – garantiu.

A vereadora Mônica pede que os juros/multas sejam retirados.

– Queremos que a companhia retire esses juros abusivos, cobrando valores adequados e dividindo essas contas para que as pessoas carentes possam pagar – defendeu.

Mônica denunciou que pessoas já tiveram o abastecimento de água cortado.

– São pessoas carentes que não podem pagar os valores que estão sendo cobrados. Inclusive, nessa época, chegava água uma vez ao mês. Hoje, temos água todos os dias, e não chega a esses valores exorbitantes.

Se Ligapb

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário