Após acidente com morte, Conde anuncia medidas no transporte escolar

A Prefeitura de Conde anunciou a expansão da segurança no serviço de transporte escolar através da criação de um grupo especial de monitoria que vai garantir que estudantes mantenham os cintos de segurança afivelados permanentemente no percurso das 15 rotas diariamente realizadas pelos ônibus do município. Na sexta-feira (6), uma criança de dez anos morreu após cair do transporte escolar e ser atropelada pelo veículo.

“Todos os protocolos legais, as recomendações do Conselho Nacional de Trânsito, os princípios da direção defensiva, bem como a preparação através de cursos especiais para os motoristas, já são cumpridos pela nossa Coordenadoria de Transportes, mas para garantir ainda maior segurança das crianças, e evitar qualquer atitude de risco, teremos monitores e monitoras no interior do transporte”, disse a prefeita Márcia Lucena.

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte informou que vai apresentar durante a semana o projeto que viabiliza a presença da equipe que fará esse acompanhamento especial de forma que não haja necessidade de contratação de pessoal através do manejo do horário dos servidores que serão capacitados para exercer a função.

Para o trabalho que começou nessa segunda-feira (9), 15 pessoas de várias secretarias municipais se voluntariaram no último sábado (7), fizeram uma imersão na legislação e acompanharam as rotas.

Durante o percurso, voluntários e voluntárias informaram sobre a necessidade do uso permanente do cinto de segurança, pediram atenção especial às orientações do motorista, alertaram que os frequentes danos aos cintos e a outros equipamentos dos ônibus precisam ser evitados, que a porta do veículo precisa ficar desimpedida e que é muito importante que cada estudante permaneça em seus lugares durante o caminho para a escola e na volta para casa.

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário