No Banner to display

Ativistas repudiam suspensão de liminar que proibia morte de jumentos para consumo

A decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) de suspender a liminar que proibia a captura e morte de jumentos para consumo humano surpreendeu ativistas em defesa dos direitos animais na última quinta-feira (12).

A proibição estava em vigor desde novembro de 2018, após uma ação impetrada pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA), maior rede de proteção animal do país, com mais de 130 ongs e entidades afiliadas em todo o Brasil.

O processo, que foi deferido pelo vice-presidente do TRF, Kassio Marques, foi impetrado pelo município baiano de Amargosa.

Veja a matéria completa aqui.

Diário da Paraíba

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário