Desfalcado, Flamengo fará cinco jogos antes da Libertadores e colocará elenco à prova

O empate por 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, foi um passo importante para o Flamengo na luta para chegar na final da Libertadores. Pelas próximas três semanas – cinco jogos -, as atenções voltam ao Brasileiro. Com muitos desfalques, o Rubro-Negro terá que mostrar a força do elenco para manter a vantagem na liderança da disputa do título nacional.

Domingo, o Flamengo vai até Santa Catarina enfrentar a Chapecoense, lanterna da competição. O técnico Jorge Jesus tem baixas importantes: Gabigol, suspenso, Filipe Luís, com um entorse no joelho direito, e Arracascaeta, que fará uma artroscopia no joelho.

O português será obrigado a rodar o elenco, e a situação vai se complicar ainda mais nas duas rodadas seguintes, contra Atlético-MG, no Maracanã, e Atlético-PR, em Curitiba, quando Rodrigo Caio e Gabigol estiverem com a seleção brasileira. Ao todo, o artilheiro da equipe ficará três partidas ausente.

Time tem seis pendurados contra a Chape

Tem mais. Bruno Henrique, Willian Arão, Pablo Marí, Piris da Motta, Rafinha e Everton Ribeiro estão pendurados, e terão que cumprir suspensão em caso levem outro amarelo.

– Temos duas competições e vamos lutar até o fim nelas. São esses desafios que eu gosto. Os jogadores também. Vamos recuperar o time para o jogo contra Chapecoense. A fadiga é normal. A intensidade é muito alta. Os jogadores chegam ao limite físico e psicológico – disse Jorge Jesus.

Globo Esporte
Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário