ESTADO E ASSEMBLEIA DOARÃO 200 MIL CESTAS BÁSICAS A DESEMPREGADOS E TRABALHADORES INFORMAIS

O Governo do Maranhão e a Assembleia Legislativa doarão 200 mil cestas básicas a desempregados e trabalhadores informais, para prover alimentação às famílias maranhenses. A medida busca amenizar os impactos da diminuição da renda em decorrência da crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Estamos providenciando a compra de 200 mil cestas básicas para ajudar as famílias mais pobres nesse momento de paralisação econômica. A ação conta com o apoio dos deputados estaduais, a quem agradeço na pessoa do presidente da Assembleia, Othelino Neto”, disse o governador Flávio Dino.

O processo de aquisição das cestas básicas já está em andamento e a distribuição deve ser iniciada na próxima semana. Serão 100 mil cestas adquiridas com recursos próprios do Governo do Maranhão e outras 100 mil cestas com emendas dos deputados estaduais.

O Maranhão ainda não possui casos confirmados da doença, mas o Governo do Estado está se antecipando à perda econômica das famílias. Outra medida adotada pelo governador Flávio Dino é a manutenção das obras públicas, para manter empregos formais e informais, uma vez que em torno de cada obra se monta uma cadeia de trabalhadores informais, como, por exemplo, vendedores de lanches.

“Estamos com a preocupação central de manter os serviços e as obras públicas. Temos nesse momento acontecendo no Maranhão obras que implicam no investimento de R$ 2 bilhões. Se nós parássemos essas obras, estaríamos desempregando milhares de trabalhadores formais e também informais. A principal contribuição que hoje o Governo do Estado pode dar é de manter obras públicas – só de estradas são 50 frentes de trabalho -, para que as empresas continuem a empregar e a economia a girar”, garantiu o governador.

Diário da Paraíba

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário