Governadores querem fechar canal de diálogo com Bolsonaro e manter com Mourão

Diante das seguidas falas de Jair Bolsonaro que vão contra as orientações da OMS no âmbito da contenção do novo coronavírus e das agressões feitas por ele aos governadores, os governantes dos estados brasileiros deixam Bolsonaro cada vez mais isolado.

De acordo com O Antagonista, alguns governadores não estão mais dispostos em manter diálogo com Bolsonaro e só aceitariam conversar com o vice-presidente, Hamilton Mourão.

Na noite desta terça-feira (24), Bolsonaro foi à rede nacional de televisão e rádio para criticar a política de isolamento adotada nos estados do País. De acordo com reportagem do G1, 25 dos 17 governadores afirmaram nesta quarta-feira (25) em reunião que continuarão a aplicar as restrições.

Irão manter o isolamento social os estados: AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, SC, SP, SE e TO.

Mais cedo, o governador de São Paulo, epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil, cobrou que Jair Bolsonaro seja exemplom para a população brasileira. “Na condição de cidadão, de brasileiro, e também de governador, inicio lamentando os termos do seu pronunciamento à nação. O senhor como presidente da República tem que dar o exemplo. Tem que ser mandatário para comandar, para dirigir, liderar o país, e não para dividir”.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, reiterou o pedido para que o povo permaneça em casa. “Na manifestação em cadeia de rádio e TV, o presidente da República contraria as determinações da Organização Mundial de Saúde. Nós continuaremos firmes, seguindo as orientações médicas e preservando vidas. Eu peço a vocês: por favor, fique em casa”.

Do Maranhão, Flávio Dino, disse que há menos esperanças de que Bolsonaro ocupe a presidência com responsabilidade. “Pronunciamento de hoje mostra que há poucas esperanças de que Bolsonaro possa exercer com responsabilidade e eficiência a Presidência da República. Os danos são imprevisíveis e gravíssimos”.

Na reunião entre governadores, Jair Bolsonaro foi motivo de piada. O governador do Piauí, Wellington Dias, disse ao governador de Goiás, Roberto Caiado: “bem-vindo ao Clube”. Caiado anunciou rompimento com o governo federal nesta quarta.

Dino emendou: “quero saber que clube é esse, que eu quero participar”. “Todos nós”, complementou Doria.

Diário da Paraíba com Brasil247
Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário