Hospitais da Paraíba têm 250 leitos comuns e 90 de terapia intensiva para pacientes de Covid-19

A Paraíba tem mais de 250 leitos hospitalares comuns e 90 de terapia intensiva reservados para lidar com a pandemia de Covid-19, de acordo com o secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Monteiro. Ele explicou em entrevista coletiva realizada nessa terça-feira (17) com o governador João Azevêdo, como será feita a gestão desses leitos.

Segundo o secretário, a Paraíba possui mais de oito mil leitos hospitalares, sendo que mais de seis mil são do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, o estado tem 690 leitos de terapia intensiva, dos quais mais de 450 são do SUS. São 205 hospitais para atender os 223 municípios do estado, cuja população estimada é de 4,1 milhões de pessoas.

Instalação gradual

Daniel Monteiro explicou que, à medida que surjam casos da doença, serão organizadas oito ondas, cada uma delas com 30 leitos convencionais de internação e dez leitos de terapia intensiva.

“A todos os momentos que nós chegarmos à metade dessas ondas, ou seja, eu tenho 15 pacientes internados em leitos convencionais, que não são UTI, e/ou cinco pacientes internados em leitos de UTI, nós vamos abrir a próxima onda, de 30 leitos convencionais, com dez leitos de UTI, num total de oito ondas, que é a nossa estimativa de demanda por internações”, detalhou.

O secretário lembrou que o novo Coronavírus precisa ser tratado em centros de referência. “Isso significa que se nós pudermos estar com os casos concentrados em hospitais que estejam preparados para fazer isso, porque as práticas cotidianas desse cuidado vão exigir que os profissionais estejam protegidos, quanto mais Centro de Referência melhor”, disse.

Diário da Paraíba

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário