Instituto Padre Zé realiza tradicional campanha no ‘Dia de Finados’

Quem frequenta os cemitérios no ‘Dia de Finados’ já deve ter visualizado urnas para doação em dinheiro espalhadas nesses espaços, localizados em cemitérios de João Pessoa e de algumas cidades que pertencem à Arquidiocese da Paraíba. Essas urnas coletam recursos para o Instituto Padre Zé, que há mais de 90 anos vem ajudando pessoas carentes que necessitam de cuidados de saúde.

O que talvez as pessoas não saibam é que essas urnas substituem o próprio padre José da Silva Coutinho, o Padre Zé, que ia pessoalmente aos cemitérios nesta data pedir ajuda para auxiliar os enfermos, de quem ele cuidava.

Somente este ano, o Hospital Padre Zé, em João Pessoa, atendeu a 2.498 pacientes em internamento, vindos de 83 municípios da Paraíba, sendo 29.909 pacientes em atendimento ambulatorial, 6.824 em ultrassonografia, 2.343 em raios-x, além do laboratório de Análises Clínicas, onde foram atendidos 5.160 pacientes que geraram a realização de 54.374 exames.

O cônego Egídio de Carvalho Neto, presidente do Hospital Padre Zé, vê na campanha a importância e o reconhecimento do trabalho realizado pelo Padre Zé Coutinho. “Esperamos que a sociedade se sensibilize com esta campanha e que possa ajudar a manter o atendimento às pessoas doentes e que precisam de cuidados especiais. O Hospital Padre Zé – e o instituto – é uma obra que está a serviço das pessoas mais pobres. O que se faz aqui é caridade, é opção preferencial pelos pobres, como nos pede o evangelho e a doutrina social da igreja”.

As urnas do Hospital Padre Zé ficam expostas na entrada dos cemitérios de João Pessoa e de algumas cidades do interior. “É um gesto silencioso de solidariedade que ajuda a salvar vidas”, diz padre Egídio.

História

Em 19 de março de 1935, foi fundado o Instituto São José (ISJ), pelo padre José da Silva Coutinho, mas só em 17 de abril de 1956 o Padre Zé deu personalidade jurídica ao instituto, registrando seu estatuto no cartório.  Em 1964, num sítio doado por Iaiá Paiva, foi feito o assentamento da Casa do Pobre, posteriormente, Casa Padre Zé. Em agosto de 1965, foi inaugurado o Hospital Padre Zé, que está até hoje em pleno funcionamento. São 54 anos de atuação.

José da Silva Coutinho, o Padre Zé, era conhecido por sair às ruas da capital paraibana em busca de auxílio para os enfermos e suas famílias. O Padre Zé, em sua cadeira de rodas, segurando um guarda-chuva e sua clássica vareta, visitava várias ruas da cidade angariando doações para seus fiéis. Uma das campanhas por ele realizadas era a ‘Campanha de Finados’, quando o sacerdote ficava na porta do cemitério recebendo as doações para o ISJ.

Foi em uma dessas campanhas, no ano de 1973, que Padre Zé passou mal e, três dias depois, veio a morrer. A campanha se tornou tradição e continuou a ser realizada nos cemitérios de João Pessoa e em cemitérios de outras cidades, onde toda doação recebida é direcionada aos trabalhos realizados no Hospital Padre Zé, que é filantrópico e conta com o apoio da população paraibana e de empresas públicas e privadas para se manter. Mais informações: (83) 99332-9803.

Diário da Paraíba com assessoria

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com


No Banner to display