Ministro de Bolsonaro sobre feriado da República: “Infâmia contra Pedro II”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub – na foto -, criticou por meio de seu perfil no Twitter as comemorações nesta sexta-feira (15) em alusão à Proclamação da República.

“Há 130 anos foi cometida uma infâmia contra um patriota, honesto, iluminado, considerado um dos melhores gestores e governantes da história (não estou restringindo a afirmação ao Brasil)”, disse sobre o imperador Dom Pedro II, que cedeu o comando do país em 15 de novembro de 1889 ao Marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente do regime republicano.

O chefe da pasta da Educação do governo de Jair Bolsonaro (agora sem partido) também criticou a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e fez elogios à princesa Isabel, filha de Dom Pedro II, e à Dona Leopoldina, mulher de Dom Pedro I.

Abraham Weintraub e seu irmão, o assessor especial da Presidência da República Arthur Weintraub, são, dentro do governo, os responsáveis pelos discursos mais inflamados contra políticos de esquerda que fazem oposição a Bolsonaro.

Diário da Paraíba com Congresso em Foco

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário