VAR valida gol do Ceará, mas Vasco segue somando pontos e de olho no G6

Nos minutos finais, o Vasco deixou escapar a chance de se aproximar do G6 do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (26), o Cruz-Maltino pecou na criatividade no segundo, e o Ceará aproveitou para arrancar empate por 1 a 1, no Castelão, em Fortaleza, pela 28ª rodada do torneio nacional. Rossi fez para os cariocas ainda no primeiro tempo, e Bergson igualou para os cearenses.

Com o resultado, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo deixa de vencer a quarta consecutiva e fica na 11ª posição, com 38 pontos. Do outro lado, a equipe de Adilson Batista soma 30 pontos, na 15ª colocação, mas ainda pode ser ultrapassado ao longo da rodada. As equipes voltam a campo na quarta-feira (30), mais precisamente, às 21h30. O Ceará recebe o Fluminense, enquanto o Vasco faz duelo diante do Grêmio, em São Januário.

Mesmo longe de sua torcida, o Vasco teve as melhores chances. Participativo, Rossi conseguiu duas oportunidades para balançar a rede, mas desperdiçou. No entanto, em seguida, não deu moleza para o goleiro Diogo Silva. Após belo cruzamento de Richard, o atacante chapou e abriu o placar no Castelão. No momento, o Ceará estava começando a gostar do jogo.

Depois de colocar a bola na rede, o ímpeto do Vasco não continuou da mesma maneira que iniciou o duelo: atacou pouco e não criou nenhum perigo de gol. Com isso, os cearenses pressionaram para tentar tirar algum proveito. No entanto, zaga carioca se saiu bem e deu poucos espaços para os homens de ataque dos donos da casa.

Na volta para a etapa final, os técnicos fizeram substituições, porém o contexto do jogo permaneceu o mesmo. O Cruz-Maltino enfrentou uma verdadeira dificuldade para tentar segurar a bola no campo ofensivo e ficou recuado. Enquanto isso, o Vozão obteve maior posse de bola e ficou próximo da área carioca. Apesar disso, os defensores cariocas tiveram bom desempenho e forçaram os erros do ataque cearense, controlando a situação.

De tanto pressionar, o Ceará conseguiu arrancar um gol no fim da partida. Na primeira chance que teve, Bergson balançou a rede. O assistente levantou a bandeira, mas o lance foi para revisão do VAR, que validou o gol. Após isso, os cariocas tentaram puxar contra-ataques, porém com baixa eficiência e pouco perigoso, como foi em toda segunda etapa.

Diário da Paraíba com Portal Terra – Fotos: Rafael Ribeiro e LC Moreira

Contato com a Redação:

empauta2010@gmail.com

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário