‘Xeque-Mate’: quatro vereadores de Cabedelo são afastados na 6ª fase da operação

A Polícia Federal na Paraíba, em conjunto com o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba (Gaeco-MPPB) e a Controladoria Geral da União na Paraíba (CGU-PB), deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a sexta fase da ‘Operação Xeque-Mate’.

A operação teve como objetivo angariar elementos de prova relacionados à possível mercantilização dos mandatos de quatro vereadores do município de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, com recursos oriundos do superfaturamento do contrato de lixo na prefeitura da cidade.

A operação contou com a participação de 20 policiais federais e quatro auditores da CGU, sendo realizado o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão nas residências dos vereadores investigados.

Os quatro vereadores, por determinação judicial, foram afastados dos cargos eletivos. As medidas foram determinadas pela 1ª Vara da Comarca de Cabedelo.

Os investigados poderão responder pelos crimes de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e fraude licitatória, previstos, respectivamente, nos Artigos 2º da Lei 12.850/2013, 1º da Lei 9.613/98, 333 do Código penal e 90 da Lei 8.666/93, cujas penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.

Será concedida entrevista coletiva às 10h, em conjunto com Gaeco e CGU, na nova sede da Polícia Federal, localizada na cidade de João Pessoa.

Diário da Paraíba

Contato com a Redação: empauta2010@gmail.com

Compartilhe:

No Banner to display


Deixe o seu comentário